Tirinhas - Ribaldo Finório

Ribaldo Finório
.........................................................................................................................................
Ribaldo Finório
é incorrigível: capaz de dizer ou fazer coisas 
que você só vai acreditar porque está desenhado.
.........................................................................................................................................

--
Ribaldo: Competências similares

--
Ribaldo: Suco de
candidato laranja



 --
Ribaldo: O eleitor
pensa por si mesmo?


--
Ribaldo: Lixo eleitoral


--
Ribaldo: Tem muito
candidato sem noção



--
Ribaldo: Discurso frágil
não ganha eleição


--
Ribaldo: Tirando onda de partidos 
que não têm o que dizer


--
Ribaldo: Asneira ditas nas 
campanhas eleitorais


--
Ribaldo: Não pediu para ser eleito,
nem vai pedir voto a ninguém



--
Ribaldo: Sujeira visual eleitoral


--
Ribaldo: Manual para quem 
quer ter muito voto

--
Ribaldo: Prometendo o que 
não poderá cumprir


--
Ribaldo: O povo brasileiro vai 
ganhar as eleições?



--
Ribaldo: Dificuldade 
do eleitor brasileiro.



--
Ribaldo: E se o Brasil perder?



--
Ribaldo: Redes sociais.



--
Ribaldo: Sabe de nada!
Homenagem aos premiados do jornal O DIA.
(Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo 
Socioambiental 2014 - Braskem)

--
Ribaldo: Verdade desconfortável.



--
Ribaldo: Problemas que a copa
não consegue resolver.



--
Ribaldo: Disputa imbecil.



--
Ribaldo: Dúvida necessária.



--
Ribaldo: Corrupizzão.



--
Ribaldo: O grotesco da barbárie.



--
Ribaldo: Preconceitos.



--
Ribaldo: Prêmios O DIA.



--
Ribaldo: Falsos nacionalistas.



--
Ribaldo: Liberdade desconfortável.



--
Ribaldo: Ano eleitoral, quem será que vem lá?



--
Ribaldo: 1964 - para que sente saudade do regime.



--
Ribaldo ainda não entende 
gente metida a besta.



--
Ribaldo: Violência e preconceito 
nossos de cada dia.



--
Ribaldo: Frenquência maldita.



--
Ribaldo: Carnaval, os dois lados da folia.



--
Ribaldo: Bandidos garantem a verba para o Carnaval.



--
Ribaldo: A faixa azul não veio de graça, 
ela custa R$ 2,50 por dia.



--
Ribaldo: tentando falar uma ligação celular, 
mas tá meio difícil.



--
Ribaldo: pegando onda no "rolezinho", 
mas preocupado com a falta de honestidade alheia.



--
Ribaldo: Encucado com 
a CUTURA alheia.



--
Ribaldo: Ironia sobre um 
problema muito antigo.



--
Ribaldo: Faixa seletiva 
e educação no trânsito.



--
Ribaldo: os flanelinhas não dão 
trégua no orla de Maceió.



--
Ribaldo: o prefeito Rui Palmeira vetou o aumento 
de salário dos vereadores de Maceió. Os vereadores 
rapidinho derrubaram o veto do prefeito.



--
Ribaldo: pergunta que o ex-presidente 
Fernando Collor preferiu não responder.



--
Ribaldo: Fernando Collor e 
a ação penal 465.



--
Ribaldo: José Dirceu e sua nova proposta de salário, 
R$ 500 contra os R$ 20 mil iniciais.



--
Ribaldo: José Dirceu quer ser gerente,
mas por enquanto continua promovido a preso do mensalão.



--
Ribaldo: dicas para 
os mensaleiros.



--
Ribaldo: de olho 
nos mensaleiros.



--
Ribaldo: 10 prefeitos foram presos de uma única vez o 
Ribaldo reconhece que ainda poderá faltar algemas em Alagoas.




--
Ribaldo: autobiografia precoce.



--
Ribaldo: bônus de assinatura 
Ribaldo não entendeu nada.



--
Ribaldo: a lama está 
no centro do problema.



--
Ribaldo: Vele lembrar que o Ribaldo 
não é correntista de nenhum banco.



--
Ribaldo: Alguns vereadores de Maceió 
acreditam em soluções totalmente sem pé nem 
cabeça, o Ribaldo apenas acha graça.



--
Ribaldo: 144 caracteres para a Dilma 
e uma nova tirinha para o Ribaldo.



--
Ribaldo: em breve consulta 
ou bate-papo com a justiça.



--
Ribaldo: Atento ao julgamento do mensalão, 
ele dá um sábio conselho ao ministro.



--
Ribaldo: de olhos nos acontecimentos atuais.
Mas, que a tal CPI tá meio difícil, tá.



--
Ribaldo cheio de ideias 
modernas em sua cabeça oca.



--
Ribaldo dizendo que pagaria? Mas, Ribaldo é um liso. 
E mesmo que tivesse grana duvido que pagaria.



--
Ribaldo tentando a vida como 
Fiscal de Carrinho de CD e DVD.



--
Ribaldo: Ei, Senador Fernando Collor, 
tá querendo aparecer mais do que este ribaldo de nome e carteirinha, e ainda por cima finório? Qual é!



--
Ribaldo querendo entender: 
por que números tão diferentes?



--
Ribaldo ainda não figura entre as celebridades deste 
pais, nem mesmo entre as celebridades instantâneas, 
como é o caso do Papa-Móvel, que foi destaque na 
imprensa e hoje ninguém fala mais nele.



--
Ribaldo, sempre esperto e atento.



--
Ribaldo não acredita em Papai Noel. E você, acredita em plebiscitos?



--
Ribaldo Finório - Perguntas práticas que o Ribaldo não sabe responder



--
Ribaldo Finório - A Copa das Confederações quase proibiu até a publicação de Tirinhas de Jornal próximo aos estádios.


--
Ribaldo Finório - Nas TVs e na Internet está cada vez mais difícil saber aborda os temas sem parcialidade ou com isenção.



--
Ribaldo Finório - Ribaldo sempre tenta levar vantagem 
em tudo é a famosa Lei de Gérson na prática



--
Ribaldo Finório - Ribaldo, com sua carteira de 
membro da Associação Internacional dos Dublês 
de Gente Honesta Compulsivos Anônimos.



--
Ribaldo Finório - Putz, esse Ribaldo é muito mala!



--
Ribaldo Finório - O Ribaldo sempre conta 
com a compreensão do leitor



--
Ribaldo Finório - A invenção dos adjetivos



--
Ribaldo Finório - Exemplo a ser seguido?



--
Ribaldo Finório - Quanto ganha um trabalhador brasileiro



--
Ribaldo Finório - Uma estranha conversa com a própria sombra



--
Ribaldo Finório - Às vezes é difícil atender uma ligação



--
Ribaldo Finório - Falso intelectual



--
Ribaldo Finório - Trabalhar aos domingo não é mole não



--
Ribaldo Finório - Como Ribaldo faz para manter uma boa impressão



--
Ribaldo Finório - Comentário inoportuno


--
Ribaldo Finório - Será que os buracos que aparecem
nas ruas são feitos por alguém?


--
Ribaldo Finório - Dando uma de malando



--
Ribaldo Finório - Põe se caráter à venda


Nenhum comentário:

Postar um comentário